Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 31/08/2016 10:55

Programa Brasil de Todas as Telas anuncia investimento na produção de 34 novos filmes

Recursos do Fundo Setorial do Audiovisual irão financiar nova leva de produções para os públicos infantil, jovem e adulto

Preview
Ampliar

A Agência Nacional do Cinema - ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciaram nesta quarta-feira, 31 de agosto, no Rio de Janeiro, o resultado final da Chamada Pública PRODECINE 01/2015 do Programa Brasil de Todas as Telas. No total, serão investidos R$ 40 milhões, oriundos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), na produção de longas-metragens com destinação inicial para as salas de exibição. O anúncio foi feito pela Diretora Colegiada, com a presença do diretor-presidente, Manoel Rangel, e os diretores Roberto Lima e Debora Ivanov. 

 

Uma das linhas mais tradicionais do FSA, em operação desde 2008, o PRODECINE 01 já financiou a produção de 190 filmes brasileiros de produção independente. Nesta chamada, 278 projetos de todo o Brasil foram inscritos e, após o processo seletivo, o Comitê de Investimento do FSA selecionou 34 projetos de ficção, animação ou documentários.

 

 “O bom momento que o cinema vive no Brasil está apoiado no talento e trabalho dos nossos produtores e realizadores, e em um vigoroso programa de apoio ao desenvolvimento do setor pelo governo federal, o Brasil de Todas as Telas. Os 34 filmes brasileiros anunciados hoje representam uma parte da diversidade, da pluralidade e da força da cultura brasileira. São ficções, documentários e animações que falam com todos os setores da nossa sociedade”, aponta o diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel.  

 

Entre os vencedores, estão projetos apresentados por produtoras de 11 estados (Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Ceará, Goiás, Rondônia) e do Distrito Federal. A lista inclui os novos trabalhos de diretores como Lais Bodansky, Rosemberg Cariry, Jefferson De, Ana Luiza Azevedo, André Klotzel e René Sampaio. Entre os projetos selecionados há filmes de todos os gêneros, procurando se comunicar com os diferentes públicos existentes no país.

 

De acordo com os indutores regionais previstos no regulamento da Chamada, 30% do total de recursos foi destinado a produtoras sediadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e 15% contemplaram projetos de empresas produtoras da Região Sul ou dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

 

Clique aqui para ver a ficha completa dos projetos contemplados. 

 

Junto à divulgação do resultado, a ANCINE anunciou também o lançamento de uma nova edição do edital. A Chamada Pública PRODECINE 01/2016 do Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 3 vai disponibilizar R$ 45 milhões para investimento na produção de longas-metragens. As inscrições serão abertas nesta quinta-feira, 1º de setembro, e vão até o dia 17 de outubro.

 

 

 

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas

 

O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa, uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA.

 

Os resultados do Programa vêm superando as metas estabelecidas. Até junho deste ano, foram 437 longas-metragens e 453 séries ou telefilmes apoiados. A aposta no investimento em desenvolvimento de projetos também foi bem-sucedida, rendendo a estruturação de 69 núcleos criativos em todas as regiões do país, e garantindo o desenvolvimento de 700 novos projetos de obras audiovisuais.

 

Em seu terceiro ano, o Programa Brasil de Todas as Telas garante a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro. Para dar previsibilidade às suas ações de investimento, a ANCINE disponibilizou o Calendário de Financiamento para o biênio 2016/2017, que traz as datas previstas para a abertura e divulgação de resultados das chamadas públicas do Programa.

 

 

  1. Cauã Reymond, produtor do longa contemplado "Pedro", prestigiou o evento / Fotos: Marcelo Freire

    Galeria
  2. As produtoras da 3 Tabela Filmes comemoram com o diretor Pedro Amorim o anúncio do projeto "Derrapada" como um dos contemplados do edital

    Galeria
  3. As produtoras da Panorâmica Comunicação foram contempladas com R$ 1 milhão para a produção do longa "Tudo por um pop star", roteiro de Talita Rebouças

    Galeria
  4. O diretor Luiz Antonio Pilar e a produtora Helena Affonso, da Lapilar Produções, comemoram a escolha de seu projeto “Lima Barreto, ao terceiro dia” como um dos 34 contemplados

    Galeria
  5. Lilia Moema Santana é a diretora do longa “Se arrependimento matasse”, da Cabeça de Cuia Produtora de Filmes e Vídeos (CE), contemplado com R$ 980 mil

    Galeria
  6. A ficção “Os homens de ouro - A história de Mariel Maryscote”, contemplada com R$ 1,5 milhão do FSA, tem roteiro e direção de Mauro Lima

    Galeria
 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal