Agência Nacional do Cinema
Campanha O audiovisual brasileiro é o Brasil assistindo ao Brasil
Tamanho da letra
  • botão de diminuição de letra
  • botão para letra voltar ao tamanho normal
  • botão para aumento de letra
Translate traduzir ImprimirImprimir 17/02/2017 10:54

ANCINE oferece 249 horas de programação inédita para cerca de 200 TVs do campo público

Canais universitários e comunitários de todo o País começam a exibir séries financiadas pelo Programa Brasil de Todas as Telas

Preview
Ampliar

O campo público de televisão começa a receber os conteúdos audiovisuais inéditos, produzidos por 83 produtoras brasileiras independentes das cinco regiões do país. O material é resultado da primeira chamada pública da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas do Programa Brasil de Todas as Telas.

 

Um total de 199 canais de televisão de 26 unidades federativas terá à disposição, gratuitamente, 94 produções, sendo 17 séries de ficção, 19 séries de animação, 48 séries documentais e 10 telefilmes documentários. Os conteúdos estarão disponíveis em caráter exclusivo até maio deste ano para 49 canais universitários e 65 canais comunitários, quando também serão disponibilizados para a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e 85 canais educativos e culturais.

 

No Catálogo de Obras, que corresponde a 249 horas de conteúdo audiovisual brasileiro independente, a programação é variada: há desde séries de animação e ficção para o público infantil e séries documentais para o público jovem até séries e telefilmes para o público adulto,  que abordam temas como rituais de passagem na primeira infância, desigualdades nas relações sociais e relacionamentos na era digital. Conheça aqui o Catálogo de Obras.

 

Esses e outros perfis de programação são produto de um Seminário de Programação que reuniu intelectuais brasileiros, programadores de TV e produtores culturais, para debater junto a mais de uma centena de representantes dos segmentos universitário, comunitário e educativo e cultural do campo público de televisão as questões centrais para os públicos infantil, jovem e adulto, constituindo assim a demanda de programação das TVs públicas.

 

“Nós estamos entregando à sociedade uma programação de alta qualidade, que dialoga com os diversos aspectos da realidade do País. Uma programação que faz com que o campo público de televisão exerça com plenitude sua função de espaço de oxigenação, de experimentação e de proximidade com a sociedade. São obras audiovisuais que multiplicam as vozes atuantes no País, que mostram a diversidade da nossa produção e que permitem aos brasileiros se conhecerem mais e se reconhecerem no que assistem”, avalia o diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel.

 

A Linha de TVs Públicas do FSA é uma co-realização da ANCINE, EBC e Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, que conta com o apoio da Associação Brasileira de Televisão Universitária (ABTU), Associação Brasileira de Canais Comunitários (ABCCOM) e Associação Brasileira de Emissoras Públicas Educativas e Culturais (ABEPEC).

 

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas

 

O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. Trata-se de uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais. Foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA.

 

Até meados de janeiro de 2017, o Programa Brasil de Todas as Telas já aprovou 593 propostas de financiamento de longas-metragens e 531 propostas de séries e telefilmes.  O Programa também já investiu em 263 propostas de projetos em fase de desenvolvimento e em 69 núcleos criativos em todas as regiões do país, que gerarão 398 novas obras audiovisuais. 

 

Em seu terceiro ano, o Programa Brasil de Todas as Telas garante a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro. Para dar previsibilidade às suas ações de investimento, a ANCINE disponibilizou o Calendário de Financiamento para o biênio 2016/2017, que traz as datas previstas para a abertura e divulgação de resultados das chamadas públicas do Programa.

  1. Cena da série "O mundo da gente", produzida na Região Sudeste

    Galeria
  2. "Meu corpo é político" aborda o cotidiano de militantes LGBT da periferia de São Paulo

    Galeria
  3. "Axogun" série de ficção produzida na Região Sudeste

    Galeria
  4. "Rarefeito", da Região Sul, expõe a situação do negro na sociedade

    Galeria
  5. Produzida na região Sul, "#PartiuBrasil" conta os principais fatos históricos do país

    Galeria
  6. Cena da série documental "Giramundo", produzida no Centro-Oeste

    Galeria
  7. O acesso dos jovens pobres ao ensino superior é o tema da série "Pelas beiradas", do Centro-Oeste

    Galeria
  8. "Brasil migrante", do Centro-oeste, fala da vida dos que saem do meio rural para viver nas grandes cidades

    Galeria
  9. "Bela criativa", série de animação produzida na região Nordeste

    Galeria
  10. Na série de ficção "Música da minha vida", produzida na Bahia, um grupo de jovens se afasta do crime através da música

    Galeria
  11. A série "Índios no Brasil" percorre diferentes nações indígenas no Nordeste do Brasil

    Galeria
  12. A série documental "Tapume" mostra intervenções artísticas no espaço público em cidades do Norte

    Galeria
  13. "O Mistério de Nhemyrõ", série produzida na região Norte que investiga o problema do suicídio entre os índios

    Galeria
  14. Série "Os Dinâmicos" narra as aventuras de um grupo de músicos e super-heróis da Amazônia

    Galeria
Compartilhar
 

Formulário de busca

Plano de Diretrizes e Metas

  • Conselho Superior do Cinema

Mapa de Mostras e Festivais

Mapa de Complexos Cinematográficos

Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual

Dados e análises técnicas sobre o mercado audiovisual brasileiro
 

Fundo Setorial do Audiovisual

Fundo destinado ao desenvolvimento da cadeia produtiva do audiovisual
 

Cinema Perto de Você

O programa que está levando mais cinemas para mais brasileiros
 

Carta de Serviços

Informa a sociedade sobre os serviços prestados pela Agência
 
 
OIA
CACI
Acesso à Informação
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal