Agência Nacional do Cinema
Tamanho da letra
  • botão de diminuição de letra
  • botão para letra voltar ao tamanho normal
  • botão para aumento de letra
Translate traduzir ImprimirImprimir 25/01/2013 10:39

ANCINE apoia a participação de filmes nacionais no Festival de Berlim

Brasil será representado nas mostras Panorama, Forum Expandido e Geração, e no mercado de coprodução. ANCINE apoia cinco filmes da seleção oficial

Preview
Ampliar
"Flores Raras", novo filme de Bruno Barreto, participa do festival com o apoio da ANCINE. Foto: Lisa Graham

A presença nacional na 63ª edição da Berlinale - Festival Internacional de Cinema de Berlim, que acontece entre os dias 7 e 17 de fevereiro na capital alemã, é, novamente, marcante: o evento tem três longas brasileiros, dois médias e um curta confirmados, além de duas empresas produtoras brasileiras no mercado de coprodução, que acontece entre os dias 10 e 12. Desses, cinco filmes contam com o auxílio da ANCINE, por meio do Programa de Apoio à Participação em Festivais Internacionais, para viabilizar suas exibições no evento.

 

O cinema brasileiro será representado na mostra Panorama com dois longas: “Flores Raras”, novo filme de Bruno Barreto, que conta com o apoio da Agência para sua exibição no festival, e a coprodução entre Argentina e Brasil “Habi La Estranjera”, dirigido pela argentina Maria Florencia Alvarez, ambos em estreia mundial no festival. “Habi La Estranjera”, coproduzido no Brasil pela Videofilmes, foi um dos ganhadores do I Edital Binacional para Coprodução Brasil/Argentina, realizado pela ANCINE e pelo INCAA.

 

Na seção Forum Expandido, será exibido o longa “Hélio Oiticica”, de César Oiticica Filho, ganhador do prêmio de Melhor Documentário no último Festival do Rio e também apoiado pela ANCINE. Além da exibição do filme, o artista Hélio Oiticica será foco de uma performance especial nessa mostra, cuja proposta é aproximar o cinema das artes plásticas, promovendo não apenas a exibição de filmes, como também performances e debates sobre artes visuais. Já a mostra Geração anuncia três obras brasileiras em sua programação: “O Pacote”, de Rafael Aidar; “Destimação”, de Ricardo de Podestá; e a coprodução Brasil/Vietnã, “O Caminhão do Meu Pai”, de Mauricio Osaki - todos os três também contemplados pelo Programa de Apoio à Participação em Festivais Internacionais da ANCINE.

 

Dentre os 38 projetos e sete empresas do mundo inteiro que participarão do Mercado de Coprodução do Festival de Berlim, estão "Campo Grande", projeto de coprodução entre Brasil e França, dirigido por Sandra Kogut e que tem a Tambellini Filmes como coprodutora brasileira; e a produtora BossaNovaFilms, que participará do programa Company Matching, onde sete produtoras selecionadas do mundo todo podem apresentar suas carteiras de projetos para possíveis parceiros.

 

Para maiores informações, acesse o site oficial do Festival de Berlim.

 

 

 

 

 

Formulário de busca

 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal