Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 06/04/2018 16:51

ANCINE marca presença na Rio2C - Rio Creative Conference

Diretor-presidente da ANCINE, Christian de Castro, apresentou diretrizes, princípios e desafios de sua gestão

Preview
Ampliar
Diretor-presidente, Christian de Castro, durante a palestra "ANCINE em transformação"
A ANCINE marcou presença na primeira edição do Rio 2C – Rio Creative Conference, uma nova versão do já tradicional RioContentMarket, que ampliou sua atuação e a partir desse ano passou a incluir a música e a inovação como conteúdo do evento e a abrir espaço para atividades voltadas também ao público em geral, para além do mercado e dos negócios. O evento aconteceu entre os dias 3 e 8 de abril, na Cidade das Artes.
 
No segundo dia do evento, o diretor-presidente da ANCINE, Christian de Castro, fez um resumo das principais mudanças que estão em curso na Agência. Na palestra "ANCINE em transformação", Christian expôs as diretrizes de sua gestão: desburocratização, gestão participativa, eficiência, eficácia, transparência e diálogo; e os princípios que a norteiam. “Pluralismo e diversidade são um dos princípios que tem sido a base para a elaboração de uma política pública mais inclusiva. Com a participação da Comissão de Diversidade da ANCINE em estudos e análises de benchmarks internacionais, já conseguimos inserir cotas para mulheres (35% ) e negros (10%) nos novos editais do FSA”, explicou ele, que citou ainda a liberdade de expressão e a regionalização da produção audiovisual como princípios básicos de sua administração.
 
O diretor-presidente falou ainda dos desafios que a Agência terá pela frente, como a regulação do serviço de vídeo sob demanda, a revisão e simplificação das instruções normativas e a inclusão de games no ecossistema do audiovisual. “Precisamos também estimular a entrada dos investidores privados se quisermos crescer. Para isso é necessário que haja segurança jurídica e previsibilidade nos processos”, complementou.
 
A palestra se encerrou com as falas de João Daniel Tikhomiroff, presidente do Sindicato da Indústria do Audiovisual do Estado de São Paulo (Siaesp); Leonardo Edde, presidente do Sindicado da Indústria Audiovisual (SICAV); Mauro Garcia, presidente da BRAVI e Paulo Roberto Schmidt, representando a APRO (Associação Brasileira das Empresas Produtoras de Obras Audiovisuais Publicitárias), que compunham a mesa.
 
 
 
A ANCINE participou ainda de dois encontros promovidos pela Sicav/ Firjan. Na terça-feira, 3 de abril, João Pinho, assessor do diretor-presidente Christian de Castro, apresentou as novas regras do Fundo Setorial do Audiovisual aos presentes. Ao fim da apresentação, o diretor-presidente falou sobre a importância do diálogo e do trabalho em parceria com o mercado para alcançar melhores resultados para o setor. Christian destacou ainda a atuação do Conselho Superior do Cinema e do Comitê Gestor do FSA na elaboração da política pública do audiovisual.
 
Na quinta (5), foi a vez de Rodrigo Camargo, assessor do diretor-presidente Christian de Castro, e Fabiana Trindade, coordenadora de articulação institucional para ações de fomento da ANCINE, conversarem com o público sobre a política de nacionalização da produção audiovisual brasileira. Eles esclareceram questões relativas às cotas regionais presentes nos editais do FSA e anteciparam algumas novidades que farão parte do regulamento da próxima Chamada Pública de Arranjos Regionais, como a destinação de recursos para além da produção. “Mas como se trata de investimento, é preciso que a proposta tenha previsão de receita”, ponderou Fabiana.  Rodrigo Camargo acrescentou que as cotas têm sido um importante indutor para fomentar a indústria.  “O desafio agora é pensar ações mais efetivas para a ampliar a regionalização da produção audiovisual”, disse ele. A possibilidade de coproduções nacionais acessarem o Fundo foi outro tema levantado no encontro com os produtores. “Essa é uma grande demanda do setor. As coproduções nacionais fortalecem as empresas brasileiras que estão fora do eixo Rio-São Paulo”, argumentou Vânia Lima, primeira secretária da Conexão Audiovisual Norte, Nordeste e Centro-Oeste (CONNE), entidade que reúne produtores de audiovisual, realizadores, gestores e representantes de instituições públicas e privadas de 20 unidades federativas das três regiões. A região Sul e os estados de Minas Gerais e Espirito Santo também estiveram representados, com a presença de Rodrigo Martins - Presidente do Sindicato da Indústria Audiovisual do PR - SIAPAR (Coordenador do FAMES). 
 
 
Na sexta-feira, a ANCINE esteve presente em três mesas no estilo perguntas e respostas. No ambiente “BE Brasil”, a primeira mesa da Agência tratou de questões relativas à coprodução internacional, com o assessor internacional Gustavo Rolla, e a assessora substituta, Letícia Godinho. Em seguida, Rodrigo Camargo, assessor do diretor-presidente Christian de Castro, e Vinícius Clay, superintendente de desenvolvimento econômico,  apresentaram o novo regramento para acessar recursos do Fundo Setorial do Audiovisual e tiraram dúvidas dos participantes. E a sessão de perguntas e respostas se encerrou com a participação de Marcial Campos, superintendente de fomento, e Luis Mauricio Bortoloti, coordenador da área, que detalharam as etapas de uma prestação de contas.

Veja a apresentação sobre coprodução

Veja a apresentação sobre prestação de contas. 

 

 

  1. Galeria
  2. O assessor João Pinho e o diretor-presidente Christian de Castro apresentam as novas regras do FSA

    Galeria
  3. Rodrigo Camargo e Fabiana Trindade falam sobre política de nacionalização da produção audiovisual brasileira

    Galeria
  4. Rodrigo Camargo e Fabiana Trindade falam sobre política de nacionalização da produção audiovisual brasileira

    Galeria
  5. Christian de Castro e Debora Ivanov participam do lançamento do selo ELAS, da distribuidora ELO COMPANY

    Galeria
  6. Diretores participam do lançamento do selo ELAS, cujo objetivo é fomentar produções audiovisuais realizadas por mulheres

    Galeria
  7. Assessor internacional Gustavo Rolla, e a assessora substituta, Letícia Godinho falam sobre coprodução internacional

    Galeria
  8. Assessor internacional Gustavo Rolla, e a assessora substituta, Letícia Godinho falam sobre coprodução internacional

    Galeria
  9. Rodrigo Camargo e Vinícius Clay apresentam o novo regramento para acessar recursos do FSA

    Galeria
  10. Rodrigo Camargo e Vinícius Clay apresentam o novo regramento para acessar recursos do FSA

    Galeria
  11. Marcial Campos e Luis Mauricio Bortoloti detalham as etapas de uma prestação de contas

    Galeria
  12. Marcial Campos e Luis Mauricio Bortoloti detalharam as etapas de uma prestação de contas

    Galeria
  13. Christian de Castro preside reunião com representantes de produtores

    Galeria
 

Formulário de busca

Plano de Diretrizes e Metas

  • Conselho Superior do Cinema

Mapa de Mostras e Festivais

Mapa de Complexos Cinematográficos

 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal